HISTÓRICO

LOGO_CLUBE_DO_BOTÃO_2016Tudo começou em 1990, onde nos finais de tarde e após a realização dos trabalhos diários, dentro da própria empresa, Ricardo Nardy e Eduardo Valverde transformaram uma chapa de aglomerado que seria utilizada para a construção de uma mesa de escritório em um belo gramado.

Encontramos em nossas casas times da infância de diversas marcas e modelos, com uma trave solitária foi dado o primeiro chute ao gol, os times mais usados foram o Guarani, time do Ricardo, e a Ponte Preta, Eduardo. Com o tempo demarcamos as linhas divisórias do campo no aglomerado, disputávamos animadas partidas.

O local era movimentado e não demorou muito tempo, talvez semanas, amigos foram surgindo, amigos da infância acostumados a jogar “Botão” na mesma escola, e em suas próprias casas, infelizmente não possuímos muitos registros das brincadeiras, apenas a memória. Aos poucos foram se integrando ao grupo, José Gallasch, Marco Aurélio, Marcelo Lapolla, Edison Simões, Celso Subirá, Miro Baghin, Sérgio Barbosa, entre outros e, mais recentemente Ricardo Pires e João Paulo. A bola utilizada era a peça do jogo WAR onde todos desde a infância jogavam com este tipo de artefato. Sem regras definidas, os placares eram elásticos, o jogo era rápido e dinâmico, sem muita tática mas com muita técnica, pois todos tinham muita habilidade.

Semanas se passaram, o campo agora fora pintado, um “Pacaembu”, pintado com esmalte. Não demorou muito e o verdadeiro estádio chegou, esse sim um verdadeiro “Maracanã”, da marca Brianezi, cedido por Edison Simões, um dos maiores adeptos do esporte. Os times antigos das mais variadas marcas desfilaram sobre nossos estádios, mas com a chegada dos Brianezi, houve uma revolução.

Na atualidade 90% dos integrantes jogam com times feitos em acrílico, que com sua chegada ocasionou outra revolução. Os amistosos deixaram de existir e os torneios chegaram, o primeiro oficial foi em junho de 1990, e a partir deste momento grandes confrontos, disputas acirradas, derbis e clássicos, uma história guardada até hoje e contada por tabelas e documentos.

O tempo passou, apenas 30 (trinta) anos nos separam da infância, muitos agora já estão com filhos e os mesmos aos poucos começam a jogar. Em 2005 o grupo trocou de nome, deixou de se chamar “Dorian Gray”, nome que foi usado por 15 longos anos, para se chamar “CLUBE DO BOTÃO”, e em julho de 2006 finalmente após uma longa caminhada foi feita uma parceria com a “SLG” Sociedade Cultural, Musical, Recreativa e Social – São Luiz Gonzaga, foi fundado o departamento de Futebol de Mesa, a primeira Associação de Campinas devidamente constituída, “Clube do Botão/SLG”, fato que nos deixa orgulhosos.

Com uma sede bem estruturada, contamos com várias mesas para realizar nossos torneios internos e abertos. Atualmente os principais botonistas da cidade fazem parte do grupo, boa parte deles são federados, disputam torneios oficiais promovidos pela entidade. Essa conquista teve a participação de cada integrante, todos de um modo geral se dedicaram e continuam se dedicando. A paixão incondicional que os integrantes do grupo possuem pelo esporte aliado ao lastro de amizade são os motivos que nos unem.

Ricardo Nardy